Mesas com altura regulável na Arquitetura Corporativa

As soluções de mesas com ajuste de altura do tampo estão ganhando popularidade no Brasil.

Em 2009 tivemos nossa primeira experiência com este tipo de demanda, diretriz global de cliente europeu. Não foi fácil selecionar fornecedor de mobiliário que se propusesse a fabricá-lo, com componentes importados. Hoje encontramos vários produtos nacionais com preço acessível.

Projeto Duomo Statoil 2009
Projeto Duomo Statoil 2009
Projeto Duomo Statoil 2012
Projeto Duomo Statoil 2012

A questão hoje vai além de adaptar a mesa a altura do usuário. É de conhecimento geral que o sedentarismo pode levar a um risco maior de problemas de saúde. A maioria das pessoas fica estática cerca de 21 horas por dia, entre sentar e dormir. A mudança de postura de sentado para em pé, durante as horas de trabalho, é bom para o corpo. O movimento mantém os discos da coluna vertebral hidratados e aumenta o fluxo sanguíneo. O bombeamento de oxigênio para o cérebro melhora a produtividade e o foco. Também é importante para gerir dores nas costas e liberar energia.

Nas empresas, que já adotaram as mesas com altura regulável, é frequente ver os funcionários trabalharem em pé a medida que chega o fim do dia. Também se pode observar que muitos preferem realizar algumas tarefas em pé, como falar ao telefone. Principalmente, nos últimos anos, quando a regulagem de altura do tampo passou a ser elétrica, bastando um simples toque no painel digital.

Outro ponto positivo é que parece que os outros funcionários vêem quem está de pé como mais acessível e disponível. O mesmo efeito “porta aberta da sala do chefe” que presenciamos no passado. Sem dúvida é uma maneira de propiciar pequenas e rápidas reuniões, dispensando o espaço ocupado pelas cadeiras de interlocutor. Mais um incentivo ao trabalho colaborativo.

Com o advento dos monitores de tela plana, as mesas com o formato em “L” perderam a função de acomodar a profundidade dos antigos monitores. Sendo substituídas por plataformas, com tampos individuais com regulagem de altura elétrica. Como ocupam menos espaço no escritório são mais uma ferramenta de mitigação do aumento de custos de locação e implantação.

Projeto Duomo Statoil 2012
Projeto Duomo Statoil 2012

Em visita a Orgatec 2016, realizada em outubro em Colônia, a Duomo pode analisar a evolução deste tipo de mesa. Os painéis rígidos foram substituídos pela leveza das telas, como no modelo da Vitra.

Orgatec 2016
Orgatec 2016

Orgatec 2016

Orgatec 2016

Encontramos, também, variados tipos de acessórios, que acoplados a mesas convencionais, possibilitam que o usuário possa trabalhar em pé.

Orgatec 2016
Orgatec 2016

Com a evolução e adaptação aos novos modos de trabalho e o investimento das empresas no conforto e qualidade de vida dos funcionários, a mesa com altura regulável é uma aposta acertada e viável financeiramente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *